Lição 10 – O Processo da Salvação
27 de novembro de 2017
Lição 11 – Adotados por Deus
4 de dezembro de 2017
Exibir tudo

“Deus me chamou para servir”

Bruna Sarmento é uma jovem de 27 anos. Assim como as pessoas da sua idade, ela tinha planos e sonhos para alcançar. Mas, eles mudaram quando ela sentiu pulsar em seu coração o desejo de fazer missões. Agora, com sua mochila nas costas, os cabelos amarrados e com a Palavra de Deus em suas mãos, ela sai para visitar uma pessoa especial.

Sob um sol de 32ºC, ela enfrenta o calor sem qualquer reclamação. Bruna está a caminho da casa de dona Anita, uma idosa aposentada. É que a jovem está levando estudos bíblicos para a senhora que decidiu ser batizada. A evangelista é uma das nove pessoas que deixaram família e planos para se dedicar, em Foz do Iguaçu, ao projeto “Um Ano em Missão” (One Year in Mission, em inglês).

Bruna é formada em Direito. Por ser sabatista, ela levou um semestre a mais para finalizar seu curso e ter o diploma em suas mãos. Apesar de ter enfrentado dificuldades por não realizar atividades aos sábados, ela venceu mais essa etapa da vida e não desistiu do curso. Sua motivação era se formar para realizar um sonho: passar em um concurso da Polícia Civil.

Um Ano em Missão

Foi então que, logo após sua formatura, ela passou a se dedicar com muito foco e quase que integralmente aos estudos. Bruna passou cerca de 10 meses em um forte regime de estudos, até que conheceu conhecer o projeto “Um Ano em Missão” durante um congresso jovem chamado Save One.

“Eu me interessei pelo projeto, pois sempre senti vontade de ser missionária. Cheguei a dar meu nome, mas não achei que seria realmente chamada para participar. Ao voltar para casa, recebi a ligação do líder de jovens para o oeste paranaense e senti que Deus estava me chamando para servir”, disse ela.

Pronto, foi o suficiente para que ela entregasse sua força e tempo completamente para a obra de Deus. Agora, ela tem em sua história dois projetos missionários no Paraná. Bruna não para por ai. Agora ela quer um novo desafio e assim o fará. Em 2018 a jovem se dedicará para além das fronteiras de seu estado. O campo missionário será a Bolívia.

Um ano atrás do outro

“Quando soube, fiquei feliz. Essa será minha primeira experiência em missão fora do País. Uma nova experiência, nova cultura, nova língua”, salientou. Apesar da determinação e a vontade de servir, ela explica que enfrentou muitos desafios. “Na primeira missão que participei, foi muito difícil sair de casa. Ficar longe da família foi muito desafiador”, ressaltou.  Com o passar do tempo, “esta luta foi sendo minimizada e outras foram surgindo”.

“Eu sempre quis participar de um projeto missionário. Pensei que era um sonho distante. Quando ouvi sobre o Um Ano em Missão, prontamente me inscrevi. Eu entendo que Deus já havia me chamado”, colocou. Apesar de não ter planejado outro projeto missionário tão depressa, ela crê que Deus encaminhou as coisas. Além disso, seu sonho de ser policial está só aguardando o tempo certo. Bruna quer retomar isso em 2019, e diz que “mesmo que eu não vá até a missão, vou levar a missão comigo. Inclusive na Polícia Civil, se Deus assim permitir”, finalizou.

Fonte : Guiame