COMO REAGIMOS DIANTE DOS NOSSOS ERROS
19 de outubro de 2018
ELE VOS BATIZARÁ COM O ESPÍRITO SANTO E COM FOGO
19 de outubro de 2018

 

Atos 2:42-46; Atos 3:1-8

Esse texto narra os primeiros eventos da Igreja Primitiva. Esse termo se refere a caminhada dos primeiros apóstolos pós-ressurreição e ascensão de Cristo. Na Bíblia, quando Deus escolhe a palavra primeiro, Ele não quer dizer que era um projeto, e sim um modelo. A igreja de Atos dos Apóstolos experimentou algo exponencial. Nas primeiras reuniões, foram convertidas aproximadamente 8 mil almas. A igreja cresceu em número e em qualidade. Em Atos 2, algumas características dessa igreja são relatadas:

  1. Era uma igreja que perseverava em oração: constante, a cada culto os irmãos frequentavam de forma contínua.
  2. Era uma igreja de comunhão: havia laços que uniam os irmãos de forma muito forte, desde as refeições até as orações.
  3. Era uma igreja que tinha o desejo de estar no templo: eles tinham o desejo de estar todos os dias na igreja.

Esse capítulo fala para nós do crescimento da igreja.

O capítulo 3 de Atos mostra um milagre de um homem, coxo de nascença, que ficava na porta do templo. Há uma realidade paralela à celebração do templo. Tão perto e tão distante. Enquanto dentro tem muita gente e muito pão, fora tem gente sozinha pedindo esmola. Diariamente, esses dois cenários se repetem. Algumas vezes gostamos tanto de dentro que não percebemos o que tem do lado de fora. Para irem ao culto, as pessoas daquela igreja passavam e viam quem estavam do lado de fora. Essa realidade também é vista entre nós. Ficamos empolgados com o culto e não vemos que tem gente morrendo do lado de fora. Coxos não entram sozinhos. Vamos parar de dar esmolas. Deus nos chamou para sermos agentes de milagres. Quem são esses coxos?

  1. Pessoas que se acostumam com os ecos do que acontece dentro: gente que diz “já fui da igreja”, “de vez em quando ouço músicas cristãs”, “minha mãe vai pra igreja e ora por mim”. Pessoas que não vivenciam o que acontece no templo.
  2. Pessoas que possuem uma visão errada do templo: esse coxo estava pedindo esmolas. Templo para ele era sinônimo de dinheiro.

Só há um jeito de tirar o paralítico do lugar. Não tem como puxar de dentro, e ele também não irá sozinho para o templo. Temos que sair para buscar gente nova, mesmo quando a maioria está dentro do culto. Enquanto tiver gente para fora, não será suficiente a quantidade do lado de dentro. Também não tem como resgatar sem olhar. Pedro trata esse homem como um indivíduo. Evangelizar é individual. É olhar para a pessoa e ser um enviado de Deus para tratar do problema do que está fora.

Só tem um jeito de resgatar essas pessoas: levando quem está dentro para fora. Igreja não é apenas estrutura física. Igreja sou eu e você. Se nós recebemos coisas boas dentro, devemos levar isso para o lado de fora. Devemos mostrar Deus brilhando em nós. Quando eu tenho coragem de levar para fora o que ganhei dentro, quem está fora terá o desejo de vir comigo para dentro.

 

 

Jodson Gomes

Pastor Assembleia de Deus

X